A TIRANIA DO AGORA 

SERÍAMOS  VÍTIMAS OU CULPADOS?

UMA SOLUÇÃO IMEDIATA: COMPREENDER O SISTEMA P-P-R

       Por: Alê Minati – Supercoordenados

            Ela sequestrou nosso tempo de aprender e de se desenvolver, nosso direito de errar e de crescer através dos nossos próprios erros. Ela sequestrou, há muito tempo, nossas oportunidades e insiste em dominar nosso potencial futuro…

             Ela julga sem piedade e dita que tudo que alguém começa a fazer deve gerar resultados logo, agora mesmo, para ontem se possível… ou é isso ou você simplesmente não serve… E que o que você faz, e os resultados que apresenta, irão determinar sem questionamentos (nem bom-senso) quem você é…

           No mundo esportivo (e também fora dele) estamos sendo acelerados constantemente por ela, conduzidos a uma ETERNA CORRIDA IMEDIATISTA PARA LUGAR NENHUM... e perdendo nossa essência.

           Quem é ela?  Uma poderosa Senhora chamada Nossa Cultura!! –  Nossa Cultura Social e Nossa Cultura Esportiva.

          Quero refletir com você, nesse meu primeiro artigo, sobre como podemos fugir do que chamo de TIRANIA DO AGORA, das tarjas e rótulos de longos anos, dos modelos e crenças pré-estabelecidos no esporte e fora dele… e como podemos, juntos, mudar o foco de uma cultura que esmaga o indivíduo em formação, para uma outra, com um olhar mais humano, e que se preocupe verdadeiramente com o desenvolvimento e a felicidade do ser em construção.

O berço do sonho

✔  O QUE VOCÊ  VAI  ENCONTRAR  POR  AQUI:

?As duras perguntas que precisamos fazer, entre elas:  – Estaríamos ensinando errado nossas crianças? Estamos ficando mais despreparados para educá-los?

?O Caminho da Excelência através do Sistema P-P-R (Pessoa-Processo-Resultado) e a perigosa inversão de valores desse sistema na nossa sociedade;

?Porque podemos estar reforçando uma perigosa crença que valoriza os resultados ao invés dos indivíduos, e ajudando a aumentar, mesmo sem saber, a desistência dos nossos jovens esportistas, dizimando possíveis futuras gerações esportistas no nosso país;

?A verdadeira função das metas e como replicar seu uso correto seguindo o modelo de atletas e treinadores campeões;

?Os 5 Passos Iniciais para ajudar a criar uma mentalidade esportiva forte na sua criança, sem prejudicar seu desenvolvimento nem tirar sua alegria do processo.

AS 6 DURAS PERGUNTAS QUE PRECISAM SER FEITAS

          Uma das coisas que mais vem me chamando a atenção no mundo moderno é a forma como tudo vem evoluindo tão extraordinária e rapidamente. Tudo… menos a nossa forma de enxergar nossas responsabilidades no processo de educação e condução do amadurecimento das nossas crianças e jovens, em especial no processo de educação e formação esportiva dentro na nova era em que vivemos.

Cena de torcedores em jogos de base

Várias perguntas ficam sempre me rodeando:

?O que essa distância, ou GAP (de um lado o alto desenvolvimento tecnológico, de outro nosso olhar estacionado para a educação e formação dos nossos jovens), pode representar na vida e no futuro dos nossos jovens esportistas?

?Estaríamos ficando despreparados para ajudá-los?

?Estaríamos ensinando valores e comportamentos equivocados (ou parcialmente errados) que estariam prejudicando seu futuro, fazendo com que desistam muito antes da hora e eliminando a possibilidade de conhecermos novos talentos, ícones e ídolos esportivos?

?Ainda pior, estaríamos impedindo que a maior parte das nossas crianças se desenvolva e se prepare para a vida através de uma das mais poderosas ferramentas de desenvolvimento humano, perdendo uma preciosa oportunidade de crescimento?

?Seria nossa culpa ou também seríamos vítimas da nossa própria cultura?

?E, o mais importante… existiria uma solução? Haveria uma forma de contribuir, de fato, com o amadurecimento e com o pleno desenvolvimento dos nossos jovens, de modo a conduzi-los (a eles e a nós mesmos) para um futuro de muito mais sucesso, repleto de felicidade e memórias positivas?

            Ao terminar de ler esse artigo, espero que você possa formar sua própria opinião (e quem sabe respostas) sobre essas perguntas e sobre nossa atual Cultura Esportiva. Espero que você tenha disposição para seguir nessa reflexão e que, ainda hoje, você possa aplicar esse novo olhar sobre a vida dos seus pequenos e  jovens atletas.

O futuro deles (e o nosso) agradecem!
Bóra para a reflexão?!

 O  SISTEMA  P-P-R  (PESSOA-PROCESSO-RESULTADO)        O CAMINHO PARA A EXCELÊNCIA

             Quando pensamos em busca de excelência e de maestria em qualquer tipo de atividade, não só a esportiva, deveríamos considerar esta simples e lógica ordem:

            PESSOA-PROCESSO-RESULTADO.

O SISTEMA P-P-R

            Pois é… deveríamos…

             Mas nossa cultura esportiva nos aponta para uma inversão preocupante dessa lógica: somos condicionados, desde muito cedo nas nossas vidas, a acreditar que os resultados são o que mais importam!

             Isso nos leva a uma forte, e perigosa, falsa crença vigente que não questionamos quase nunca: O QUE FAZEMOS É MAIS IMPORTANTE DO QUE O QUE SOMOS!

             Nossa cultura simplesmente coloca o resultado em primeiro plano, e logo atrás já coloca o indivíduo. O processo é desvalorizado, quando não é simplesmente ignorado…

A perigosa inversão do sistema na nossa sociedade

             É muito comum (isso não poderia ser comum!!!) pais e familiares, já no final da primeira ou segunda aula de basquete dispararem a pergunta:
“ E aí Alê? Minha filha leva jeito ou é perda de tempo?”

              Não acredito que a culpa seja deles. De forma nenhuma. Mas é nítido como o processo, na nossa cultura educacional e esportiva, aparece sempre como o elemento menos importante, quando na verdade é a única coisa que deveria receber nossa atenção…

         Sempre questiono aos pais e familiares, durante minhas palestras:

Palestra em São Caetano do Sul

– Quais são as duas perguntas que vocês mais fazem após as competições dos seus filhos?
E vivo perguntando também para atletas quais as duas perguntas que mais ouvem…

A resposta? Quase sempre é a mesma, nos dois casos:
1. Ganhou o jogo?
2. Quantos pontos você fez?

             Trabalho com Basquetebol há 26 anos, mas tenho feito dezenas de palestras para diversas modalidades e ouvido respostas semelhantes em quase todas elas.

             Pense agora na modalidade do seu filho(a)… quais as perguntas que você mais faz logo após uma competição?

Natação e atletismo: “Ganhou?”, “Que lugar ficou?”,” Que tempo você fez?”
Futebol, futsal, handebol: “Ganhou?”, “Marcou gol?” (ou tomou gol, se for goleiro)

              E assim as perguntas vão se repetindo para lutas, ginástica, tênis e todo tipo de atividade organizada que envolva algum nível de competição.

                Se, por acaso, a criança diz que não ganhou ou que não foi bem, normalmente (sempre com boa intenção, claro) conseguimos piorar ainda mais a situação dizendo:
“Não tem problema, na próxima você vai ganhar, vai fazer mais pontos, vai marcar gol, etc”.

              Tudo isso só reforça a ideia, na cabeça da criança, de que o que realmente importa é o resultado. E que este é esperado para breve, para logo, para a próxima competição … Como eles querem muito que você sinta orgulho deles, eles passam a correr atrás dos resultados sem questionar, afinal os adultos que eles mais admiram valorizam exatamente isso, e eles tem grande necessidade de serem aceitos e amados.

O GRANDE PROBLEMA: A PERIGOSA ASSOCIAÇÃO ENTRE RESULTADOS E CARÁTER

                O grande perigo disso tudo é que nossos jovens atletas facilmente associam os resultados com seu próprio caráter, o que significa que, com frequência, passam a acreditar que só serão boas pessoas se apresentarem resultados esportivos positivos e se tiverem desempenhos muito bons.

                 Muitas vezes isso acontece também com os pais e com os treinadores, que sofrendo as pressões dessa mesma Cultura, passam a acreditar que só serão bons pais, familiares, professores e treinadores se as crianças apresentarem bom desempenho esportivo e se ganharem, pois é isso o que a nossa cultura diz ter valor diante de seus pares.

              Como consequência o que muitas vezes observamos é uma busca desenfreada de resultados a qualquer custo.

               Percebe como isso é muito sério, como é grave?

               Você já se sentiu alguma vez assim? Preocupado com o que vão dizer (ou pior, sendo duro ao julgar a si mesmo), associando os resultados que suas crianças apresentam com a qualidade da educação e treinamento que você passa para eles?

                A consequência mais comum sobre os jovens esportistas é que essa mentalidade cultural aumenta a pressão sobre eles, sobre sua aprendizagem e sobre seu desempenho.

Não é raro esse ser o motivo que pode conduzir a:

?redução da auto-estima,
?aumento da ansiedade,
?medo de cometer erros e ser julgado,
?redução da capacidade de tomadas de decisões.

             Precisamos urgentemente mudar esse jogo e devolver à eles o direito e o prazer de aprender, crescer e se desenvolverem com alegria.  Não permita que eles acreditem que só serão amados se forem bons jogadores, nadadores, goleiros, lutadores, ginastas, etc. Mostre sempre seu amor pela pessoa que são!

A família deve ser a base de amor e confiança do jovem esportista

A SOLUÇÃO: FOCO NA PESSOA E NO PROCESSO, NÃO NOS RESULTADOS

             Quando eu era atleta costumava anotar na minha agenda (tenho obscessão por planners até hoje!…rsrsrs) meus objetivos como jogadora. Talvez você observe objetivos parecidos até hoje entre seus filhos ou entre os jovens atletas atuais.

Eu costumava escrever no papel:
Metas para o jogo:
· 10 pontos;
· 6 rebotes;
· 3 roubadas de bola,
· 4 assistências.

                Mesmo com as variações que podem existir nesses números, o que importa é que eles mostram o quanto eu fui uma atleta (e ainda hoje em dia muitos jovens esportistas são assim) orientada pelas metas de resultados imediatos.

EU NÃO SABIA QUE MEU FOCO ESTAVA BASICAMENTE EM COISAS QUE NÃO ESTAVAM 100% SOB O MEU CONTROLE.

Não me ensinaram a sequência P-P-R (Pessoa-Processo-Resultado).

         Eu não fazia ideia de que a pessoa se desenvolve através da construção do seu caráter e das suas habilidades humanas, que o processo é a parte do planejamento onde se direciona nossos esforços (inclusive que os erros são o verdadeiro caminho para o crescimento esportivo – e que é necessário abracá-los e cometê-los em treinamentos e jogos o maior número de vezes possíveis, pois o aprendizado e crescimento são proporcionais a eles) e que os resultados são as consequências do processo.

Gostaria muito de ter ouvido lá atrás, mesmo quando comecei como treinadora:

“INVISTA NO SEU DESENVOLVIMENTO PESSOAL, FOQUE TODAS AS SUAS ENERGIAS NO PROCESSO, E SIMPLESMENTE ACOMPANHE OS RESULTADOS.”

 

OS 5 PASSOS PARA ENSINAR SUA CRIANÇA O CAMINHO DA EXCELÊNCIA, FUGINDO DA TIRANIA DO AGORA:

            Esses 5 passos vão te ajudar a orientar os jovens esportistas que você tem em casa, ou com quem você trabalha, através da valorização do processo e da pessoa, construindo um ambiente de crescimento e excelência:

PASSO 1: AS METAS E OS RESULTADOS

          Ajude sua criança ou jovem esportista a compreender a real importância das METAS. Ensine:

  •  O que é uma META:
    META É O RESULTADO ESPERADO PARA UM ESFORÇO DIRECIONADO À ELA” (B.Letbetter)
  • Que quando alguém se preocupa só com os resultados, é só isso que ele observa nas suas metas: o resultado imediato esperado (a primeira parte da definição).
  • Que grandes jogadores e treinadores, que fizeram história, também possuem metas muito bem estabelecidas. Mas a diferença é que eles focam na segunda parte da definição de metas:
    Meta é o resultado esperado para um ESFORÇO DIRECIONADO À ELAS. Aqui está o processo!!!
    Essa é a verdadeira importância de se ter metas: DIRECIONAR OS ESFORÇOS!!!!!!!
    Lembre-as que que uma coisa é treinar pensando em dados estatísticos e outra coisa é treinar com foco em realizar o melhor treino possível para cada dia.
  •  O ambiente do jogo e das competições é aberto, e elas não terão nunca o controle absoluto da situação. Querer controlar o jogo só trará grande expectativa, ansiedade e, eventualmente, estresse.

PASSE 2: O PROCESSO

Ajude a compreender agora a real importância do PROCESSO. Ensine que:

  • Quando você coloca o foco no processo, você está direcionando suas energias para os esforços necessários para alcançar a sua meta. Ou seja, você deposita toda a sua atenção no que você pode controlar, que é seu comportamento e suas ações. Lembre-as: é o processo que leva ao resultado.
  • Não é preciso se preocupar se cometerem erros na frente das pessoas. É super normal ser incompetente no início de uma aprendizagem. Errar é o melhor caminho para avançar nesse processo mais rapidademente e atingir a excelência. Após um erro… seja rápido, corrija se puder e cometa novos erros…
  • Quando realizar uma ação qualquer, certa ou errada, coloque seu foco na próxima ação. Independente das suas emoções (que muitas vezes nos enganam e nos bloqueiam), o seu comportamento está sempre sob seu controle.

Um problema muito comum que observo nas quadras, entre nossas jovens atletas, é a relação de confiança que elas tem com elas mesmas.

Elas tem dificuldade com isso porque não querem errar na frente dos seus colegas, treinadores e familiares, com medo de serem julgadas e de não serem considerados boas pessoas se não acertarem.

Para que minhas jovens atletas se lembrassem de tudo o que estava sob seu controle durante treinos e jogos, no ano passado construímos ao longo de algumas semanas um quadro (com conteúdo feito por elas) que deixo até hoje na nossa quadra.

Quadro de ações e comportamentos que as crianças podem controlar – Centro Olímpico – Basquete Sub-14

 

Equipe Sub-13 e Sub-14 do COTP em 2017

Esta é uma forma de visualizar diariamente parte do que está sob o próprio domínio delas, e que por isso depende só da dedicação e esforço pessoais.

PASSO 3 – A PESSOA

Ensine para sua criança ou seus atletas a importância da PESSOA no processo, e como continuar aprendendo e crescendo, mesmo sob pressão.

REFLITA COMIGO: O que realmente pode ajudar um jovem esportista a lidar com a alta pressão que está sempre presente nas competições?
RESPOSTA: A construção de uma Mentalidade Esportiva Forte (Mindset Esportivo), um excelente caráter e o desenvolvimento pleno das habilidades humanas (emocionais, cognitivas, motoras e sociais).

O que direciona o resultado é o processo. O que direciona o processo é o Desenvolvimento humano (a Pessoa).

Pense nessa situação: Um treinador prepara um planejamento incrível para o jogo, com grande ênfase e expectativa de que seus jogadores acertem e melhorem seu desempenho.

Mas o que acontece se o jogador não tiver disciplina, treinabilidade, resiliência e disposição para realizar as atividades? Nesse caso o problema não está na jogada ou nos exercícios propostos, mas no indivíduo que está no meio do processo. Por isso é tão importante desenvolver a Pessoa. É isso vale para todos nós.

PASSO 4: O PULO DO GATO

Aprenda e ensine sua criança a separar a PESSOA do JOGADOR (lutador, nadador, corredor, ginasta, etc):

  •  Ajude sua criança a se desenvolver como esportista na sua modalidade, mas deixe sempre claro que é o comportamento dela que vai direcionar o processo, por isso é que, como familiares e treinadores, estamos dispostos a investir muito tempo nela, como pessoa.
  •  Para que a criança visualize e compreenda muito bem isso, é preciso ensiná-la a separar o que são as Habilidades Técnicas (e dados estatísticos da modalidade), do que são as Habilidades de Desenvolvimento Humano do Indivíduo Esportista.

PASSO 5: AS HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS

Finalmente, ensine sua criança a distinguir as Habilidades Técnicas da Modalidade e as Habilidades de Desenvolvimento Humano do Indivíduo Esportista (Habilidades Intra-PD e Habilidades Morais ou Inter-PD).

  •  Habilidades Técnicas da Modalidade: são todos os fundamentos do esporte que a criança pratica, que gerenciam seu desempenho motor nos treinos e competições;
  •  Habilidades Intra-Pessoais de Desempenho: são as habilidades que gerenciam o relacionamento da criança com  ela mesma.
    É o que a faz acordar as 5h da manhã para treinar antes de ir para a escola, ou chegar mais cedo no seu treino para fazer atividades extras.
    EXEMPLOS: Treinabllidade, foco, confiança, resiliência, disciplina, energia.
  • Habilidades Morais ou Inter-pessoais de Desempenho: são as habilidades que gerenciam seu relacionamento com os outros. São as características que te tornam um grande amigo, parceiro de equipe e também um grande atleta.
    EXEMPLO: Altruísmo, honestidade, respeito, humildade, lealdade.
    Particularmente gosto de usar o termo HABILIDADES porque acredito seriamente que todas elas podem ser desenvolvidas.

UM NOVO OLHAR: ACER+

É esse novo olhar, sobre desenvolver todas essas habilidades , que mudou minha forma de ver minhas jogadoras e meus jovens atletas em formação.

Essa é a crença em um jogo diferente, em uma competição altamente produtiva para todos que participam dela.

É o mesmo esporte, mas o aprendizado é absolutamente outro, de maior sucesso, mais duradouro e altamente comprometido com o verdadeiro desenvolvimento da excelência humana.

Chamo esse novo olhar de ABORDAGEM DE COMUNICAÇÃO ESPORTIVA RESPONSÁVEL E POSITIVA (ACER+) .

RECAPITULANDO:

  1. Compreenda a  SEQUÊNCIA  P-P-R  para o Desenvolvimento da Maestria Humana (Pesso-Processo-Resultado);
  2.  Cuidado para não reforçar a falsa crença atual (O que fazemos é mais importante do que o que somos) que prejudica a auto-estima e a confiança dos nossos jovens;
  3.  Desenvolva a pessoa e foque no processo;
  4.  Grandes atletas e grandes treinadores também possuem metas, mas elas servem basicamente para direcionar os esforços;
  5.  Ensine suas crianças a  separar a pessoa do jogador;
  6.  Tenha clareza do que são Habilidades Técnicas de cada Modalidade e o que são as Habilidades de Desenvolvimento Humano do Indivíduo Esportista (mais para frente você vai aprender a desenvolver cada uma delas);
  7.  Reflita e compartilhe essa ideia com jovens esportistas, familiares, amigos, professores e treinadores do local onde você mora.

CONSIDERAÇÕES FINAIS E “ O CHAMADO”

Eu acredito, sinceramente, que esta é uma boa solução para redirecionarmos nossa equivocada maneira de enxergar o potencial do esporte e o futuro dos nossos jovens em formação.

Acredito que podemos criar, juntos, um modelo positivo que pode ser simples, descomplicado, mais divertido, muito mais prático e com esforços altamente direcionados ao que realmente importa.

Para isso, basta compreendermos nossa realidade atual, os verdadeiros benefícios do esporte na vida de todos nós, e assumirmos de fato nosso verdadeiro papel e nossa responsabilidade nesse universo tão incrível chamado Desenvolvimento Humano através do Esporte.

Este conteúdo é parte dos temas abordados nas minhas Palestras EFAD (Educando filhos para o Alto Desempenho), um dos Projetos dentro do meu Projeto maior chamado SUPERCOORDENADOS .

Espero que os artigos desse Blog possam oferecer aos pais, professores, treinadores e familiares de jovens esportistas uma ferramenta valiosa que  ajude a guiar e orientar suas crianças e jovens durante o processo de desenvolvimento e formação esportiva.

Quero oferecer informações, dicas, reflexões e abordagens baseadas em minhas pesquisas, palestras, na literatura e na ciência.

Mais ainda, desejo fortemente que os artigos sejam um grande incentivo, e um verdadeiro CHAMADO, para que cada um de nós melhore nossas relações e atitudes com nossas crianças e nossos jovens envolvidos em prática esportiva organizada, de modo a a transformar a experiência deles (e a nossa!) em memórias altamente positivas e inesquecíveis.

A corrida para um futuro feliz

Vivemos falando para nossas crianças: ”Para ter sucesso na vida é preciso trabalhar duro, estudar muito e estar sempre aberto a aprendizagem e crescimento”, certo?

Pois é  exatamente isso que nós mesmos precisamos também.

Quando éramos pequenos tínhamos nossa família e a escola para nos conduzir pelo processo de amadurecimento. Mas quando crescemos ninguém nos prepara para o fato de que não haverá mais ninguém para nos conduzir pela vida adulta, e que essa será uma responsabilidade totalmente nossa.

Não, nem sempre é tarefa fácil crescer constantemente. Mas essa é uma tarefa que cada um precisa assumir mais cedo ou mais tarde: a tarefa e a responsabilidade de educar e desenvolver a si mesmo.

Claro que isso toma tempo, como todo bom processo. Mas não se preocupe, pois você encontra um convite para fazermos isso… juntos!

AGORA, PARA FINALIZAR, ME RESPONDA SINCERAMENTE AO MENOS UMA DESSAS PERGUNTAS:

– Estamos ou não ensinando errado muitos dos valores para nossas crianças?
– Somos ou não somos vítimas da nossa Cultura e da Tirania do Agora?
– Nossas crenças estão ou não estão dizimando nossas futuras gerações?
– Existe ou não uma solução?
– Podemos encontrar uma saída juntos?
– E você? Está com disposição para assumir a árdua tarefa de educar a si mesmo?

O QUE ME DIZ ? ALGUMA OPINIÃO? ESCREVE NOS COMENTÁRIOS!!

Que tal seguirmos juntos nessa jornada de reflexão?  BÓRA?

Eu sou Alê Minati, Coach de Basquetebol de Base há 26 anos, Especialista em Treinamento Desportivo para Crianças e Adolescentes e Mestre em Fisiologia do Exercício pelo Departamento de Psicobiologia da Universidade Federal de São Paulo.
Acredito fortemente no Esporte como ferramenta de Desenvolvimento Humano e, da mesma forma, na construção de conhecimentos e trabalhos co-participativos.

? No próximo artigo vou falar detalhadamente sobre as Habilidades Intra-DP e Inter-DP, no outro sobre os 5 Pilares de Desenvolvimento  através do Esporte, no outro sobre os motivos que levam as crianças a praticarem esporte, o que pode levá-las a desistir e nossos principais erros nesse processo todo… e depois espero não parar mais.

Temos muito, muito o que discutir e refletir antes de estarmos prontos.
Ainda cometeremos muitos erros…
Mas tudo bem, não é? Aprendemos que esse é o caminho para o crescimento.

Forte abraço,
Alê Minati

 

Leituras recomendadas:

Changing The Game – J.Sullivan

What Drives winning – B. Letbetter

TurboTax Help Contact Us Page Get Help From TurboTax
TurboTax PLUS Options and pricing are subject to change without notice. Start TurboTax now and prepare your tax return for FREE. Our calculations are one hundred% accurate, guaranteed Plus, TurboTax is up-to-date with United States turbotax software shop:https://www.turbotax-shop.com the most recent tax laws, so that you will be confident your taxes will probably be completed proper. Pays for itself (TurboTax Self-Employed): Estimates primarily based on deductible enterprise bills calculated on the self-employment tax revenue rate (15.3%) for tax year 2018.
This benefit is accessible with TurboTax Federal products https://www.turbotax-shop.com/ except TurboTax Business. We routinely transfer your info to TurboTax State. TurboTax works arduous to safeguard your data so you may file your taxes confidently. Quicken and QuickBooks import not out there with TurboTax put in on a Mac. TurboTax State coaches TurboTax Deluxe 2018 you step by step that will help you get your taxes achieved right.
Safety is built into everything we do. TurboTax works laborious to safeguard your data so you may file your taxes confidently. Now, with TurboTax Live, get a review of your return with an skilled CPA or EA dwell on screen for whole peace of mind. About our TurboTax Product Consultants: Customer support and product help differ by time of yr.
Most Standard: TurboTax Deluxe is our hottest product among TurboTax On-line customers with extra complicated tax conditions. Automatic Transfer of Your Federal Info — Your federal information automatically Download TurboTax Deluxe 2018 transfers into TurboTax State, so you don’t have to sort it twice. Refund Monitor — TurboTax State dynamically displays your tax financial savings to indicate how every deduction affects your refund.
Conveniently deduct the price of TurboTax PLUS out of your federal tax refund before it is deposited into your checking account for no further charge. If you do not want to use a credit card, merely subtract any TurboTax preparation charges out of Download TurboTax Deluxe 2018 your federal tax refund and have the remaining stability deposited straight into your checking account. TurboTax Help and Help: Access to a TurboTax specialist is included with TurboTax Deluxe, Premier, Self-Employed and TurboTax Stay; not included with Free Edition (however is out there as an upgrade).
SmartLook on-display TurboTax Premier 2018 screen help is offered on a PC, laptop or the TurboTax mobile app. Free e-file — With TurboTax State you can e-file your return at no further price. As soon as you’ve got filed, you can observe your tax return on-line or on your cellphone with our TurboTax mobile app to know when your refund will hit your bank account. Not obtainable for TurboTax Business clients.
Use your federal refund to pay for TurboTax. TurboTax provides Download TurboTax Premier 2018 you the power to get your taxes completed proper and your most refund, guaranteed. Your TurboTax specialist will reply your questions and guide you by drawing in your screen. Quicken import not accessible for TurboTax Enterprise. Some rare forms usually are not supported in TurboTax Live, akin to Overseas Earned Earnings.


Ale Minati
Ale Minati

Professora de Educação Física, Treinadora de Basquete Feminino de Base, Especialista em Treinamento com Criança e Adolescente, Mestre em Fisiologia do Exercício pelo Departamento de Psicobiologia da Universidade Federal de São Paulo, Palestrante e Criadora do Projeto Supercoordenados

    15 replies to "A TIRANIA DO AGORA – Nossas crenças e valores esportivos estariam dizimando nossas futuras gerações de jovens atletas?"

    • Júlio César Santos

      Ótimo artigo , nos faz refletir e mudar conceitos .
      “A família deve ser a base de amor e confiança do jovem esportista” (perfeito)

      • Ale Minati

        Acredito fortemente na base familiar e na força da educação!!!
        Sigamos juntos!!!??
        Obrigada pela leitura!!!!
        Forte abraço
        Alê

    • Edjane Campos

      Parabéns; serve para refletirmos como estamos conduzindo nossos filhos e atletas.

      • Ale Minati

        Obrigada Edjane!!
        Esse é o grande segredo: para que nossos jovens sejam de alto desempenho, nós mesmos precisamos ser pessoas de alto desempenho.
        Acredito fortemente que o ser humano se desenvolve e aprende através do exemplo!!!
        Sigamos caminhando coletivamente!!!
        Forte abraço?
        Alê

    • Susana Costa

      Texto importante para reflexão entre os relacionamentos e posicionamentos em relação ao que diz respeito entre Aluno/Atleta e Professor/Técnico; Filho/Atleta e Pais; Professor/Técnico e Pais, com respeito mútuo sabendo que o PPR depende diretamente dessas relações, você cara amiga em sua escrita deixa claro que devemos pensar no indivíduo como um todo e não fracionado. Parabéns seguimos em frente lutando por futuras gerações. Estamos juntas sempre! S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L!!!

      • Ale Minati

        Oi Su!! Acredito que muitas vezes acabamos replicando modelos que existem há décadas e simplesmente não questionamos.
        Há muito que refletir justamente porque além de revermos nossos valores no mundo moderno, ainda precisamos tomar consciência de que nem tudo que funcionou antigamente irá funcionar daqui pra frente.
        Este é um tempo único para estarmos vivos! Quanto a isso não tenho a menor dúvida!!!
        Acredito que todos nós juntos podemos encontrar novos caminhos e desfrutarmos, junto das novas gerações, de um futuro de muitas alegrias.
        Eu acredito…
        Vamos juntas minha querida amiga!!!
        Obrigada pela leitura, pelo retorno e pela tão importante amizade!!??
        Bj gde
        Alê

    • Ricardo Oliveira

      Ale
      Artigo maravilhoso que compatilho totalmente.
      A minha escola de basquete “Lance Livre Esportes ” comonga da mesma filosofia e a cada ano tentamos mostrar aos pais e atletas a importância de ter paciência pois estamos formando o atleta e principalmente o cidadão.
      Obrigado por você dividir sua experiência.
      Atenciosamente
      Ricardo Oliveira

      • Ale Minati

        Oi Ricardo!!
        Fico muito feliz de saber que outros colegas também compartilham valores e esperanças!!!
        Isso me faz acreditar que juntos podemos criar um novo olhar sobre nossa cultura, sobre nossos valores e sobre o tão importante futuro dos nossos jovens (e o nosso próprio!)

        Seguimos firmes e juntos!
        Gratidão pela leitura!!!???
        Forte abraço
        Alê ?

    • Lia Soares Mendes

      Abriu!
      _ Sim, estamos educando errado.
      _ Sim, somos vítimas e cúmplices da nossa cultura e tirania do agora.
      _ Sim, nossas crenças dizimam nossas gerações futuras.
      _ Existe solução e estou disposta a encontrá-lá! Bóra!

      • Ale Minati

        Obrigada pelo retorno Lia. Também acredito que somos tanto vítimas quanto cúmplices…
        Nosso desafio agora é buscar saídas…
        Que possamos seguir refletindo juntos!??

    • Müller

      Olá treinadora Alê! Sou o Müller, do Projeto Basquete na Cohab de Carapicuíba!
      Gostei de poder ler este trabalho seu, abordagem super atual, concordo com esta tirania do agora e um pouco da cifragem, sobre os jovens, trabalho em projeto e me refiro em cifragem, porque muitos pais valorizam o trabalho só se o filho estiver pertencendo a uma grande clube ou escolinha de ponta, mesmo que as vezes os projetos tenham mais abordagem humana, focando neste desenvolvimento do pensamento e do individuo e não apenas resultados imediatos, me atenho a manter a todos focando no divertimento da prática e do quanto é gostoso competir pela sensação de pertencimento e de amizade também! Enfim, você nos traz esta reflexão do educar a si mesmo, desde o meu primeiro contato com o supercoordenados tenho evoluido meu jeito de ver o meu trabalho e tem sido de grande ajuda estar vendo um trabalho com tamanha relevância, ansioso pelo próximo post!
      Abçs coach! E acompanha-nos pelo Projeto Basquete na Cohab! Boa semana!

      • Ale Minati

        Obrigada pela leitura e pelo retorno Müller!!!! Quanto mais refletirmos juntos mais poderemos levantar soluções, ideias e novas abordagens!! Sigamos juntos!!??

      • Ale Minati

        Müller, apesar de toda preocupação com o futuro das nossas novas gerações, fico muito feliz em saber que essa reflexões poderão aproximar profissionais, familiares e amigos que comungam os mesmos valores e, especialmente, a esperança de que nossos jovens e o futuro deles pode sim ser transformado para melhor!
        Sigamos juntos!!!
        Gratidão pelo carinho e pelo apoio!!???
        Forte abraço
        Alê

    • Ester

      Oi, Alê! Muito bom o artigo. Trabalho com alunos o enino médio e, 90% deles, quer resultado na primeira vez que realiza uma atividade. Independente de qual seja. Sempre falo pra eles nedta situação: “Você nasceu falando? Correndo? Andando? Então, por que já quer que dê certo na 1a. vez?”
      Enfim, vou seguir suas reflexões, pois acredito nas mudanças.

      • Ale Minati

        Oi Ester!!! Infelizmente nossa cultura valoriza demais os resultados e isso é notado em todas as áreas da nossa educação.
        Metas e resultados são importantes, não tenho dúvidas, mas fico refletindo justamente ao tamanho dessa importância…

Leave a Reply

Your email address will not be published.